Institucional Particulares Empresas Apoio ao Cliente Sinistros
interna
 Arquivo Notícias
 Produtos
 Impar
 Galeria
 Contactos
 Links
 E-mail
  Empresa  
 
_________________________

»Vida Grupo
»Acidentes de trabalho
»Incêndio e outros danos
»Equipamento Electrónico
»Automóvel
»Embarcações Marítimas
»Transporte de Mercadorias
»Responsabilidade Civil
»Construção e Montagem
»Máquinas Casco
»Perdas de Exploração
»Cauções
  
_________________________

Seguro Automóvel



Qual a importância do seguro automóvel?
O proprietário ou o condutor de um veículo são civilmente responsáveis pelos prejuízos que este possa causar a terceiros e, em caso de acidente, podem incorrer em graves responsabilidades, face às indemnizações que lhe poderão ser exigidas. Por isso, é obrigatório por lei a contratação de um Seguro de Responsabilidade Civil Automóvel para veículos terrestres a motor e seus reboques.

O que garante o seguro obrigatório?
O seguro obrigatório garante as indemnizações devidas por danos pessoais ou materiais causados a terceiros bem como às pessoas transportadas no próprio carro, excluindo o condutor.

É possível segurar todos os riscos?
Nenhum seguro cobre todos os riscos. No entanto, o termo "todos os riscos" é usualmente utilizado para denominar a inclusão do seguro de Danos Próprios.

O que é um seguro de danos próprios?
Além do seguro de responsabilidade civil, pode ainda ser contratado o chamado seguro facultativo automóvel, ou, de danos próprios, que abrange os prejuízos sofridos pelo veículo seguro ainda que o condutor seja responsável pelo acidente. Este seguro pode incluir várias coberturas, nomeadamente: Choque, Colisão e Capotamento, Quebra Isolada de Vidros, Incêndio, Raio e Explosão, Furto e Roubo..

Que outras coberturas adicionais podem ser contratadas?
Seguro de Ocupantes da viatura e Responsabilidade Civil facultativa por forma a incrementar o limite da responsabilidade civil do obrigatório.

Posso mudar de Companhia de Seguros a qualquer momento?
Sim, bastando pedir a anulação do seu seguro actual com uma antecedência mínima de 30 dias.
Actualmente, só paga o período de tempo usufruído sendo reembolsado pelo tempo não decorrido.

Se transferir o meu seguro automóvel de Companhia perco o bónus?
Não. Basta que apresente na nova Companhia o seu certificado de tarifação que lhe é devido por lei depois da anulação do contrato.

O que é um certificado de tarifação?
É o documento comprovativo da existência de bonificação ou agravamento na sua anterior Companhia.

O que é o sistema Bónus/Malus?
É um sistema que faz diminuir (Bónus) ou aumentar (Malus) o prémio a pagar de acordo com a sua sinistralidade.

O preço do seguro é igual para todas as pessoas?
Não, os preços são diferentes de Companhia para Companhia. Dentro da mesma Seguradora, também variam de acordo com os dados do condutor e do veículo. A franquia também pode fazer variar os preços.

O que é a franquia?
A franquia é uma importância estabelecida na apólice, que fica a cargo do segurado em caso de sinistro. Pode estabelecer-se como um montante fixo ou como uma percentagem do valor do capital seguro. Pode ainda ser estabelecida em dias ou quilómetros.
A franquia permite ao Segurado reduzir o preço do seguro, responsabilizando-se por uma parte do prejuízo. Quanto maior é a franquia, menor é o preço.
Independentemente da existência de franquia, os terceiros lesados são indemnizados pela totalidade dos danos sofridos.

O que devo fazer em caso de anulação da apólice por venda do veículo?
Deverá informar de imediato a Companhia de Seguros por escrito. Deve também devolver a Apólice e o "selo" do seguro num prazo de 8 dias.
ATENÇÃO: O seguro acaba às 24h do dia da venda do veículo!

Qual o valor do veículo em caso de acidente?
Na maior parte dos casos, o valor venal, ou seja, aquele que o veículo teria no mercado automóvel caso pretendesse transaccioná-lo à data do acidente.
Se accionar coberturas de danos próprios, o valor do veículo será o que ficou contratado na apólice de seguro (capital seguro).

Que extras do automóvel devo incluir no seguro?
Todos aqueles que não venham incorporados de origem no veículo.

Terei que informar a Companhia de Seguros da desvalorização do meu carro?
Não é necessário, dado que a Companhia de Seguros efectua automaticamente a desvalorização na altura da renovação do contrato.

Qual a duração do contrato de seguro automóvel?
A duração está sempre claramente identificada nas condições particulares e no Selo. Em regra a duração tem sido temporário, determinada por um período fixo de 90, 180 ou 365 dias. No entanto, ela poderá ser de 1 ano e renovável automaticamente excepto, se pedir a anulação por escrito à Companhia com um prazo mínimo de 30 dias.

Quando é que devo pagar o seguro?
O seguro só é válido, se o pagamento do prémio (ou fracção) for efectuado dentro do prazo estabelecido no aviso de pagamento. Caso contrário, o contrato não produzirá efeito.


     
       
       
       

 
 

IMPAR SARL © 2012
Site optimizado resolução 1024 X 768 pixels
Comentários e sugestões: webmaster@impar.cv
Design; Valter Rocha
Concepção; SpotMarket